Skip to content

Série profissões: O artista!

22 de outubro de 2008
Soldado do Starcraft II

Soldado do Starcraft II

Novamente venho escrever algo sobre as profissões que existem no desenvolvimento de jogos!

Hoje vou falar de uma categoria que na verdade é bem ampla (talvez a mais ampla de todas), os artistas, apesar de que existem jogos feitos sem eles, não existe jogo sem nenhuma arte (o que existe é jogo com arte feita por programador), e jogos com arte mal-feita geralmente são muito mal recebidos exceto quando estes tem um gameplay muito excepcional e inovador, não é atoa que as empresas tentam chamar a atenção para seus jogos com screenshots, e não descrição de gameplay.

Primeiro temos que saber de um detalhe importante, a arte não compreende só a parte visual, existe ainda a arte sonora, e a arte escrita (apesar de que estes últimos raramente são chamados de artista, e não serão o foco principal deste artigo)

O trabalho do artista na criação de um jogo consiste em seguir a direção de arte de forma passar para o jogador a idéia desejada, o artista apesar de que ainda é chamado de “criador” de sua arte, ele ainda deve seguir o que foi projetado, uma pessoa que deseja fazer apenas o que ela gosta não deve tentar ser um artista em uma empresa grande, pois muito provavelmente essa pessoa vai ter que realizar trabalhos que ela não gosta.

O artista tem que ter várias habilidades, não só artisticas, mas também no uso de várias ferramentas, lembrando aqui que ferramentas são exatamente isso: ferramentas, um curso de Maya ou de Photoshop não torna uma pessoa um artista, torna a pessoa uma pessoa apta a operar este software, alguém que tem a capacidade de fazer grandes desenhos no photoshop não é alguém que estudou o software, mas alguém que saberia usar qualquer outra ferramenta com recursos parecidos para chegar ao mesmo resultado (inclusive ferramentas “sólidas” como papel, lápis, caneta, pincel, tela…). Outra habilidade desejada de um artista de jogos é que ele saiba pelo menos o básico de como a arte dele sera usada tecnicamente. Exemplos dessa ultima habilidade seria saber que na mídia impressa (portanto relevante a ilustradores de caixa, mídia e manual) que não está disponível todas as cores de um monitor em uma impressora, e que existe uma variação, e que a forma correta seria pegar uma tabela de cores e usa-la (recomendo a tabela pantone!), ou um artista de textura tem que saber que a maioria dos jogos não suportam texturas que não são quadradas e que seus tamanhos tem que ser multiplos de dois (exemplo: uma textura boa seria 512×512, uma ruim seria 500×500 ou 780×93), e músicos e artistas sonoros tem que saber quais formatos podem ser lídos pelo reprodutor de som (provavelmente o programa do jogo), um exemplo clássico é que existem jogos que não lêem o formato MP3, apenas o formato OGG.

Arte conceitual do jogo Mirror's Edge

Arte conceitual do jogo Mirror's Edge

Um artista que deseja entrar no mercado de jogos tem que ter um ótimo portifolio, ninguém contrata um artista baseado apenas no currículo, tem gente que nem olha o currículo se achar um ótimo portifolio. Um ótimo portifólio é um que exiba todas as principais habilidades do artista, exiba pelo menos alguns trabalhos técnicamente corretos (ex: músicas que tem harmonia perfeita, ou um personagem que segue o padrão grego de proporção e o padrão acadêmico de luz e sombra, ou um texto com gramática e ortografia perfeitos), exiba também trabalhos variados (não adianta ter 300 desenhos de 300 monstros diferentes, o artista não vai ser contratado porque no meio dos 300 desenhos não tinha um único desenho de pessoa realista, e outro cartunizado), e não menos importante, trabalhos que exibam criatividade, mesmo que dessa vez o artista quebre regras acadêmicas propositalmente (por exemplo uma música fora de harmonia e descompassada com a intenção de mostrar angústia).

O portifólio (de todos, não só de um artista) deve ser também de fácil acesso, de preferência em domínio (endereço na internet) próprio e de fácil uso, já vi ótimos artistas serem recusados porque o excesso de enfeite no trabalho atrapalhava o empregador analizar o trabalho do artista. Caso não disponha de um domínio próprio um artista pode tentar por exemplo usar um site próprio de coletânea de portifólios, o MySpace é o líder para portifólios musicais (somente musicais, não de efeitos sonoros), e o DeviantArt para os artistas gráficos (todo tipo de arte visual, inclusive fotografia)

Dicas de softwares para artistas (lembrando: o artista tem que saber fazer sua arte sem eles! um animador famoso disse uma vez para um aluno: “para aprender a animar, primeiro enterre seu computador no quintal e compre lapis e papel ou massinha, depois estude até que saia uma animação bem legal, ai você desenterra o computador e usa ele para trabalhar”)

Para artistas gráficos “2D”:

Pixia (software de graça para desenho)
Photoshop (software muito caro para manipulação de imagens, tem gente que desenha usando este)
Fireworks (meu preferido, custa caro, mas permite misturar a técnica de desenho normal com vetores)
Corel Painter (software que simula pintura em vários materiais com várias ferramentas, também é caro)
Gimp (parecido com o photoshop, de graça, mas um pouco mais difícil de usar)
Inkscape (software de graça para desenho com vetores)
Adobe Illustrator (software muito caro para desenho vetorial, mas tem muitos recursos)

Softwares para artistas 3D:

Blender (software de graça, provavelmente o que tem mais recursos, mas a interface dele tem uns problemas)
Maya (software muito caro mas muito poderoso, também tem problemas de interface mas é o mais usado por permitir alterações com facilidade)
3DS Max (software relativamente caro, muita gente diz que tem a melhor interface, mas tem uma tendência a travar e dar outros problemas, já foi o mais usado absoluto, e agora disputa com o Maya essa posição)
Softimage XSI (software absurdamente caro, mas quase não tem falhas, não é o mais usado por causa do preço, tem uma versão grátis para quem quer aprender a ser artista de jogos!)

Softwares para músicos:

Fruity Loops (software caro de composição musical)
Reason (outro software caro de composição musical, mas é muito interessante por seu sistema de geração de música)
Milkytracker (software de graça e que não tem muitos recursos, mas é muito usado por vários artistas)

Software para artistas sonoros:

Audacity (software de graça para edição destrutiva de audio)
SoundForge (software pago para edição destrutiva de audio, é o mais usado, mas eu prefiro o Audacity)
Adobe Audition (software pago para edição multicamada de audio)
Final Cut Audio (software pago, somente para Machintosh, é meu preferido)

Software para artistas de vídeo:

Final Cut (software de edição de vídeo, somente para Machintosh)
Cinelerra (softwade de edição de vídeo grátis)
Adobe Premiere (software pago de edição de vídeo, muito bom)
Adobe After Effects (software pago de efeitos especiais)
Autodesk Combustion (software pago de efeitos especiais e composição, EXTREMAMENTE poderoso, mas é meio lento e tem uma interface estranha)

Software para artistas de efeitos especiais:

After Effects e Combustion já citados…
Particle Illusion (gera efeitos de partículas, muito bom, mas é pago)

Softwares para animadores:

todos os softwares de vídeo e 3D servem aqui
Adobe Flash (software pago de animação 2D vetorial)
Toomboom (software pago de animação 2D)

Software para criadores de textura:

Qualquer dos softwares 2D já citados servem
Werkkzeug3TE (software grátis para geração de texturas procedurais)
MapZone (mesma coisa que o Werkkzeug só que é diferente a forma de gerar as texturas, mas o uso é parecido)
SkyPaint (software grátis que serve para testar se texturas de céu estão corretas)

Eu também ia recomendar outras ferramentas sem ser software, mas ai o artigo ia ficar gigante! Então esses eu vou deixar para os artigos específicos. Então até o próximo artigo, que vai ser sobre a profissão de projetista (ou como alguns dizem, designer)

Anúncios
5 Comentários leave one →
  1. PEDRO SANTOS permalink
    29 de dezembro de 2008 7:15 pm

    OLÁ, ME CHAMO PEDRO SANTOS E ACHEI SEU BLOG INTERESSANTE. vI QUE VC ENTENDE MUITO DE COMPUTAÇÃO GRÁFICA, ESTUDO CINEMA NA UFF(FEDERAL FLUMINENSE) E COMEÇAREI NO RAMO DA CG E GOSTARIA, SE POSSÍVEL, QUE VC TIRASSE UMA DÚVIDA MINHA: É PRECISO SER UM EXPERT EM DESENHO PARA PODER SE TORNAR UM GRANDE ARTISTA GRÁFICO? PRETENDO SEGUIR A ÁREA DE RENDERING, LIGHTING E COMPOSITING. O Q VC ACHA?? EU PRECISO SABER USAR UM LÁPIS E UM PAPEL PARA PODER SEGUIR ESSA CARREIRA?

    • originalspeeder permalink*
      30 de dezembro de 2008 3:08 am

      Olá Pedro,

      Então, se você quiser ser um modelador ou animador, é muito importante saber desenhar, não é totalmente necessário, existem sim artistas que não sabem desenhar, mas não torna isso menos importante.

      Caso prefira trabalhar com composição, iluminação e renderização, neste caso não é tão importante assim saber desenhar, mas saber fazer essas mesmas coisas no papel seria muito útil, e ter noções de fotografia também.

  2. jeffersonm permalink
    12 de janeiro de 2009 6:14 pm

    Olá,
    Me chamo jefferson e tenho interesse em ser criador de jogos,mudarei de curso na faculdade para Ciências da computação no proximo semestre na universidade Uniceub de brasilia.
    E estou a procura de informações sobre o que é preciso para se tornar um criador de jogos ” gosto da area de programação”.
    E mais, se eu investir nessa area terei um retorno bom?

    se possivel mande essas informações para meu e-mail ^^…

    Aguardo a resposta.

  3. Teddy permalink
    30 de outubro de 2011 7:23 pm

    Opá, me Chamo Teddy e minha duvida é a seguinte:
    Eu desenho muito bem no lapis e papel, e eu pretendo seguir na area grafica se eu desenhar muito bem apenas no lapis e papel pode atrapalhar quando eu for uzar o Photoshop??
    E quanto melhor eu desenhar melhor eu receberia?
    Se possivel me responda pelo E-mail. Obrigado!

  4. 1290111112 permalink
    6 de maio de 2014 8:44 am

    ate onde eu sei as versoes antigas do Adobe Premiere estao de graça

Deixe um comentário por favor!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: