Skip to content

Profissões: Controle de Qualidade

3 de dezembro de 2008

pac-manNovamente vou escrever algo da série profissões, demorou (estive ocupado fazendo jogos, então não pude escrever sobre eles, apesar de que escrevi uma resenha de um jogo para o Gamereporter, sugiro que leiam e joguem, o jogo tem um projeto muito interessante)

Controle de Qualidade é a profissão mais famosamente chamada de Testador, como o nome diz, ela serve para melhorar a qualidade do jogo, e não para pagar pessoas para jogarem como algumas pessoas acham.

Óbviamente a profissão envolve testar o produto, o que óbviamente envolve jogar no caso de um jogo, mas não é uma profissão fácil, para ser um testador é preciso habilidade em várias áreas, primariamente em achar bugs, isso exige pensamento fora do comum, executar coisas que os programadores não pensaram, tentar resolver problemas de formas estranhas, e coisas do tipo, além disso o testador tem que saber escrever muito bem, não adianta nada um testador achar bugs com facilidade e não conseguir reportar os mesmos. Além disso paciência é impresindível para jogar coisas repetitivamente, preencher relatórios e todo tipo de coisa mais chata que simplesmente jogar por diversão.

Temos que lembrar que existe mais de um tipo de teste para ser realizado, testes variam desde simplesmente jogar normalmente e dizer tudo o que se acha de errado em todas as áreas, até coisas muito espefícas, a profissão de testador pode envolver portanto todos esses tipos de testes.

Os tipos de testes mais comuns são os testes de bugs (defeitos na programação), testes de mecânica de jogo (geralmente com o objetivo de tornar o jogo mais legal, ou menos chato…), testes de usabilidade (servem para melhorar a interface entre jogador e jogo), e testes mais gerais.

Os dois tipos mais famosos, o “beta teste” e o “alfa teste” na verdade se referem a testes gerais em dois estágios diferentes do desenvolvimento:

Um jogo ao ser desenvolvido passa pelas fases de prototipagem (onde é realizado geralmente testes de usabilidade e testes de mecânica de jogo), desenvolvimento (igual a parte anterior, mas agora testes relacionados a defeitos em geral podem ser feitos), e então fase alfa, beta e “gold”.

A fase “alfa” é quando o jogo está ja “jogável”, geralmente falta algumas coisas e defeitos são comums, nesse estágio os testes são geralmente feitos internamente pela empresa de desenvolvimento, mas convites públicos são comums.

Jesus e Pedro andando sobre a água? Não! Um defeito engraçado que a equipe de testadores deixou passar!

Jesus e Pedro andando sobre a água? Não! Um defeito engraçado que a equipe de testadores deixou passar!

Na fase “beta” o jogo está técnicamente pronto, mas essa é a hora que o jogo é testado para ver o que jogadores “normais” fazem, é o tipo de teste mais fácil de se juntar, pois exige menos conhecimento técnico, geralmente a empresa convida as pessoas, dá uma cópia do jogo, e então tudo o que a pessoa tem que fazer é jogar normalmente, e relatar defeitos e reclamações para a empresa, é por meio deste teste que jogos podem ser balanceados, o exemplo mais excepcional seria o Starcraft (não que eu seja um fã, na verdade nem gosto muito, mas inegavelmente o jogo é muito bem balanceado para um jogo com unidades assimétricas).

A fase “gold” é quando é criado a mídia que vai ser levada para replicação, aqui geralmente não ocorrem mais testes, e é geralmente onde o jogo acaba vazando para os pirateadores.

Os testes mais específicos geralmente não funcionam se uma pessoa já sabe como o jogo funciona, por isso cada pessoa testa o jogo apenas uma vez, então geralmente pessoas que fazem testes específicos trabalham para agências de testes, que os chamam para trabalhar em jogos específicos conforme a própria agência é contratada.

O outro lugar normal para um testador trabalhar é com o publicador do jogo, geralmente o publicador monta um departamento inteiro de controle de qualidade, e todos os jogos são testados por esse departamento antes do lançamento, portanto um ótimo caminho para se tornar testador é tentar trabalhar nesses departamentos, que é onde existe também o cargo de chefe dos testadores, que é alguém responsável por organizar os testes, selecionar quem vai testar, e o que vai testar.

A maior ferramenta de um testador é o editor de texto, qualquer editor simples já ajuda, mas se algo mais complexo é necessário o Open Office Writer é ótimo também (lembrando que existe a versão BROffice, traduzida para português)

Chegamos ao fim das profissões mais genéricas na área de desenvolvimento (sem contar profissões admnistrativas, como secretaria, marketing, etc…), no próximo artigo vou escrever sobre as profissões mais específicas.

Anúncios
2 Comentários leave one →
  1. delon permalink
    13 de agosto de 2010 1:06 am

    muito bom o texto

Trackbacks

  1. Fique por dentro Testador » Blog Archive » Profissões: Controle de Qualidade

Deixe um comentário por favor!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: